Classificados
Governo do Estado debate com prefeitos medidas de combate à pandemia de COVID-19
Bene Abreu:
25 de abril de 2020
Secretários de Desenvolvimento Regional e de Desenvolvimento Social, juntamente com integrantes do Centro de Contingência, reforçaram importância do decreto estadual e sanaram  questões das autoridades municipais A Secretaria de Desenvolvimento.
Início » Governo do Estado debate com prefeitos medidas de combate à pandemia de COVID-19

Secretários de Desenvolvimento Regional e de Desenvolvimento Social, juntamente com integrantes do Centro de Contingência, reforçaram importância do decreto estadual e sanaram  questões das autoridades municipais

A Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) realizou na tarde de ontem, sexta-feira, 24, no Palácio dos Bandeirantes, videoconferência com dezenas de Prefeitos do Estado. Na ocasião, os Secretários da SDR, Marco Vinholi; Desenvolvimento Social, Célia Parns, e os doutores Júlio Croda e Carlos Magno Fortaleza, do Centro de Contingência da COVID-19, reforçaram a importância de os municípios seguirem o decreto estadual e sanaram algumas questões das autoridades municipais.
A flexibilização do isolamento social foi um dos temas abordados. O secretário Marco Vinholi reiterou a importância da quarentena em todo o estado. “O isolamento social nos trouxe números positivos,  os dados são relevantes, devemos acreditar nos especialistas para sairmos dessa com a maior cautela possível”, afirmou.
Vale lembrar que o Estado iniciou, no último dia 14, as ações educativas para o isolamento social. Inicialmente, são 200 fiscais do Estado envolvidos. As equipes receberão dados do Sistema de Monitoramento Inteligente de São Paulo, que funciona em parceria entre o governo de São Paulo e as principais operadoras de telefonia para localizar pontos de aglomerações urbanas e pedir a dispersão das pessoas para reduzir o risco de contágio da COVID-19.
Quando eventualmente ocorrer a abertura de comercio não essencial, a fiscalização fará advertência ao estabelecimento. Se o proprietário não atender voluntariamente à recomendação, haverá notificação para que órgãos municipais intervenham. A Polícia Militar acompanhará os técnicos da saúde estadual para suporte na ação. Na capital paulista, os técnicos da Coordenadoria em Vigilância em Saúde também farão parte das equipes educativas.
Se o eventual descumprimento do decreto ocorrer por parte da Prefeitura, mediante Decreto Municipal, o Estado também notifica e, em caso de necessidade, recorre ao Ministério Público para intervenção.
Não cabe aos municípios atuar de forma isolada na adoção de medidas que contrariam o que já foi determinado no decreto estadual. A economia é importante, mas este é o momento de salvar vidas”, esclarece o Secretário Marco Vinholi.

Saúde

Os testes rápidos para detecção do vírus também foram objeto de questão no encontro. O Dr. Júlio Croda lembrou que o Governo Federal já adquiriu muitos testes e em breve eles deverão chegar em São Paulo. Para ele, o modelo de distribuição deve  levar em conta as peculiaridades de cada região.
Além disso, os prefeitos relataram dificuldades na aquisição de insumos hospitalares e equipamentos de proteção individual (EPI’s). O governo de São Paulo adquiriu junto ao Ministério da Saúde cerca de 800 respiradores e outros que virão do exterior.

Você também pode gostar

Desenvolvido por:
phonefacebookwhatsapp