Classificados
João Doria mantém fase do Plano SP contra a Covid-19, mas amplia horários das atividades econômicas
Bene Abreu:
7 de julho de 2021
A partir desta sexta-feira, 9 de julho, bares, restaurantes, padarias, shoppings, comércio e serviços poderão funcionar até 23 horas em todo o Estado O governador de São Paulo, João Doria,.
Início » João Doria mantém fase do Plano SP contra a Covid-19, mas amplia horários das atividades econômicas

A partir desta sexta-feira, 9 de julho, bares, restaurantes, padarias, shoppings, comércio e serviços poderão funcionar até 23 horas em todo o Estado

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira, 07 de julho de 2021, que vai manter a fase do Plano São Paulo contra a Covid-19. Entretanto, o horário de funcionamento das atividades será ampliado.
A partir desta sexta-feira, 9 de julho, bares, restaurantes, padarias, shoppings, comércio e serviços poderão funcionar até 23 horas em todo o Estado. A medida ficará em vigor até 31 de julho. Atualmente, o horário limite é 21 horas.
O toque de recolher será mantido, mas das 23 horas às 5 horas do outro dia. João Doria reforçou, porém, que as prefeituras têm liberdade para aplicar medidas mais restritivas do que as definidas pelo plano.
Caminhamos passo a passo, de maneira gradual e segura, para a volta plena do funcionamento da Economia em São Paulo”, afirmou o governador, durante o anúncio.
O funcionamento das atividades ganha duas horas adicionais, até 23h. Lembrando que tem a regra do último pedido até às 22 horas, para que a saída seja às 23 horas”, explicou Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico.
Além disso, a taxa de ocupação dos locais vai mudar de 40% para 60%. Patrícia também reforçou a recomendação de escalonamento do horário de entrada e saída de atividades do comércio, serviços e da indústria, para evitar aglomerações no transporte coletivo.

Volta às aulas

Durante a entrevista coletiva, o governador anunciou ainda que a volta às aulas presenciais no ensino técnico e superior está marcada para 02 de agosto. Os alunos poderão retornar às instituições presencialmente com taxa de ocupação de 60% nas faculdades de tecnologias, universidades públicas e privadas, com obediência a todos os protocolos preventivos de saúde, como uso de máscara e álcool gel.

Eventos

O Estado de São Paulo vai realizar 30 eventos “modelo” com pessoas vacinadas e testagem obrigatória a partir de 17 de julho. O anúncio também foi feito por Doria nesta quarta.
Com a melhoria dos indicadores da pandemia, vamos dar um novo passo na retomada econômica no Estado de São Paulo. Vamos iniciar o acompanhamento de 30 eventos nas áreas de Cultura, Negócios, Lazer e Turismo. Os eventos serão realizados com testagem obrigatória e pessoas vacinadas, mantendo rígidos protocolos sanitários para segurança, controle e monitoramento dos participantes”, detalhou o governador.
O objetivo é impulsionar uma retomada gradual e segura dos eventos nestas áreas, segundo o governador.

Vacinação

João Doria também anunciou que o Instituto Butantan vai antecipar em 30 dias a entrega de 100 milhões de doses da Coronavac para o Ministério da Saúde, com o objetivo de acelerar a vacinação em todo o país. Serão 47 milhões de doses complementares do contrato até 31 de agosto de 2021. A data prevista era 30 de setembro.
O governador informou ainda que adquiriu diretamente do laboratório Sinovac, com sede em Pequim, 4 milhões de doses da vacina Coronavac. Deste total, 2,7 milhões chegam ainda nesta quarta a São Paulo. Até 26 de julho, chegam mais 1,3 milhão de doses.
Confira as regras, por estabelecimento:

Você também pode gostar

Desenvolvido por:
phonefacebookwhatsapp