Classificados
Vinte e quatro jovens da Fundação CASA ingressam no Ensino Superior
Bene Abreu:
18 de abril de 2023
Adolescentes conquistaram vagas na Unimes com bolsas integrais em cursos de bacharelado, tecnólogo e licenciatura Um grupo de 24 adolescentes que cumprem (ou cumpriram) medida socioeducativa em 19 centros de.
Início » Vinte e quatro jovens da Fundação CASA ingressam no Ensino Superior

Adolescentes conquistaram vagas na Unimes com bolsas integrais em cursos de bacharelado, tecnólogo e licenciatura

Um grupo de 24 adolescentes que cumprem (ou cumpriram) medida socioeducativa em 19 centros de internação e semiliberdade da Fundação CASA, localizados em 13 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, litoral e interior, ingressaram em março na Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), com formação à distância.
Os jovens conquistaram bolsas integrais na Unimes em nove cursos de graduação nas modalidades bacharelado, tecnólogo e licenciatura. O benefício advém das Bolsas de Estudo “Desembargador Antonio Carlos Malheiros”, uma parceria entre o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), o Ministério Público do Estado de São Paulo (MPE-SP), por meio da Promotoria da Infância e Juventude de Osasco, e o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), via Justiça da Infância e Juventude de Osasco.
A continuidade da formação educacional é fundamental para que esses adolescentes tenham sua reintegração plena à sociedade”, afirma o presidente da Fundação CASA, João Veríssimo Fernandes. “É mais um passo que eles dão para traçar novos futuros”.
Parte dos jovens já começou a frequentar as aulas on-line no início do mês de março, depois de passar por um vestibular on-line, em fevereiro, em que disputaram as vagas com outros 114 adolescentes em internação ou semiliberdade na Fundação CASA. No total, portanto, foram 138 inscritos que haviam concluído o Ensino Médio até o final de 2022.
Dentre os contemplados, estão três jovens de dois centros de internação femininos localizados na Cidade de Cerqueira César – os CASAs Feminino Cerqueira César e Anita Garibaldi.
Entre os centros socioeducativos masculinos estão jovens dos CASAs Paulista, Jardim São Luiz I e de Semiliberdade Guararema, da capital paulista; Itaquá e Terra Nova, de Itaquaquecetuba; Novo Tempo e Tapajós, de Franco da Rocha; Santo André II, de Santo André; Laranjeiras, de Mogi Mirim; Jacareí; Lorena; Tamoios, de São José dos Campos; Rio Pardo, de Ribeirão Preto; Bauru; e João Paulo II, de Cerqueira César.
Cada jovem escolheu curso entre 1ª e 2ª opções, podendo ter duração de quatro a oito semestres, conforme a modalidade.
São formações nas áreas de Administração, Matemática, Pedagogia, Serviço Social, Artes Visuais, Tecnologia em Logística, Tecnologia em Gestão de Tecnologia de Informação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia em Marketing.

Fonte: ACS – Assessoria de Comunicação Social da Fundação Casa

Você também pode gostar

Desenvolvido por:
phonefacebookwhatsapp